A Parábola das 10 virgens
  •  

    Óleo no vaso

    Esdras Tonin*

    Jesus gostava de falar por parábolas e uma delas se chama: “A parábola das dez virgens”. É sobre ela que pretendo comentar. Ela esta escrita em Mateus no capítulo 25 do versículo 1 ao 13, e se refere ao final dos tempos em que o noivo (Jesus) virá buscar a sua noiva (a igreja).

    A parábola fala de 10 virgens que estavam esperando o noivo para a festa nupcial, cinco das virgens eram insensatas e as outras eram prudentes e cada uma tinha uma candeia para colocar óleo e acender…

    As virgens prudentes levaram vasilhas com óleo para colocar nas lamparinas, e as insensatas não levaram. Todas adormeceram esperando o noivo, pois o noivo estava demorando a chegar. Mas de repente toca a trombeta e falam: “O noivo se aproxima! Saiam para encontrá-lo!”. Então, todas as virgens acordaram e prepararam as suas candeias, mas as insensatas disseram para as prudentes: “Dêem-nos um pouco do seu óleo, pois as nossas candeias estão se apagando”, pois faltava óleo para as virgens insensatas, e as prudentes responderam: “Não, pois pode ser que não haja o suficiente para nós e para vocês. Vão comprar óleo para vocês.”.

    Quando as insensatas saíram chegou o noivo e só viu as outras cinco que estavam com a lamparina acesa, e estas virgens entraram com o noivo para o banquete nupcial e a porta foi fechada. No momento em que as outras virgens chegaram já tinha passado o noivo, então elas disseram: “Senhor! Senhor! Abra a porta para nós!”, mas ele respondeu: “A verdade é que não as conheço”.

    Quando Jesus vier nos buscar precisamos estar cheios do óleo que é o Espírito Santo. As virgens insensatas não estavam. Mas uma coisa que ressaltou é que todas eram virgens, nenhuma era impura. Isto reforça a verdade que nós os Santos devemos estar cheios do Espírito Santo. Outro momento muito importante é quando as insensatas falam: “Dêem-nos um pouco do seu óleo, pois as nossas candeias estão se apagando”. A candeia não estava apagada, mas estava apagando! Temos que ter a nossa vida com Cristo sempre forte e nunca enfraquecida.

    Quero terminar com o último versículo da parábola que é o 13 (Mateus 25:13): “Portanto, vigiem, porque vocês não sabem o dia nem a hora!“. Vigiamos sendo sempre padrão e nunca retrocedendo na vida com o Senhor. Não podemos deixar que o cotidiano nos enfraqueça, temos que sempre olhar para o Alto, ter o foco em Jesus e crescer nele. Está escrito em Colossenses 3: 1-3: “Portanto, já que vocês ressuscitaram com Cristo, procurem as coisas que são do alto, onde Cristo está assentado à direita de Deus. Mantenham o pensamento nas coisas do alto, e não nas coisas terrenas.”. Também está escrito em Hebreus 10: 39 “Nós, porém, não somos dos que retrocedem e são destruídos, mas dos que crêem e são salvos”.

    Que possamos ser esses que são salvos e não retrocedem.

    * Esdras Tonin, é um jovem discípulo que mora em Porto Alegre. É estudante de Arquitetura. 

    _____________________________________________

     Fonte: http://jovenspoa.tumblr.com/post/129427595745

     

     


    19 novembro 2015 | CAC | Nenhum Comentário |

Sobre o Autor

CAC

Comments are closed.